4/16/2018

Lost in Space [MS]

Para finalizar a MS, a Netflix trouxe o remake de Perdidos no Espaço, série de 1965. O canal trouxe os Robinsons em uma missão de encontrar um novo lugar para a raça humana, uma vez que a Terra ficou para trás.

O piloto começa com a queda da nave deles em um planeta desconhecido. Enquanto vamos vendo sua tentativa de sobrevivência, flashbacks vão mostrando como era a vida deles na Terra e o processo de seleção dos mesmos. Cada um tem seu momento de força e fraqueza e vamos nos importando com eles pouco a pouco. 


Eu gostei bastante. O fato da mãe e das irmãs serem os destaques científicos é bastante novo [e eu não vi a série original para poder comparar] e me agradou. Até o Will, que foi rejeitado na seleção foi importante pro episódio e o salvamento da irmã. 

Eu não gostei de duas coisas:  1] Ficou sem explicação porque o robô estava matando pessoas na estação com tiros no peito e não fez o mesmo com os Robinsons. "Ah, mas o robô teve um acidente e isso pode danificar a memória dele". Ok. Mas se fosse assim, como ele sabia a forma de retomar a sua forma original? Sigo esperando mais no tema. 2] O final ficou muito, literalmente, ex machina. Salvar a filha com o robô assassino ficou algo fácil. O sacrifício dela talvez desse mais força à família e mostrasse que explorar o desconhecido tem altíssimos custos. Já houve muitas mortes, entretanto, para um piloto. E esse é um seriado para a família. Vamos ver os próximos episódios. 

-------------------------
Esse foi o último piloto da MS. Agradecemos que acompanhou o nosso trabalho e nos deu força para continuar. Qualquer outro piloto que for para o projeto do BdS será analisado aqui. 


No Banco de Séries - Lost in Space
Duração: 60 min. 
Status: Geladeira

4/13/2018

Killing Eve [MS]

Eve é uma funcionária que sonha em ser espiã. Villanelle é tudo que Eve sempre quis ser. Quando cabe a esta proteger a testemunha de um caso, as duas se encontram no que promete ser um excitante jogo de gato e rato. 

A BBC America é um canal pequeno e com poucas séries. Eles foram responsáveis por trazer à Tv Dirk Gently's Holistic Detective Agency antes do seu abrupto [e injusto] cancelamento. Se havia Elijah Wood, aqui temos Sandra Oh, de Greys Anatomy. 


Achei bem bobo. Criaram uma expectativa baseada nas habilidades das duas que não se concretizou. Por melhor que o personagem Eve seja, ela não amarra os sapatos da sua rival. Eu mesmo torci bem mais pela assassina que pela Sandra. Como o foco é esta e não aquela, acredito que não vou prosseguir. Se fosse como em Dirk Gently's, onde o famoso ficou em segundo plano, ok. Como não é, passo. 

No Banco de Séries - Killing Eve
Duração: 40 min. 
Status: Sem grade pra você.  
Próxima: Lost in Space

4/12/2018

The Last O.G. [MS]

Após 15 anos na cadeia, Tray descobre que muita coisa mudou em todo esse tempo. Ele quer aproveitar a segunda chance para ser uma força positiva na sua comunidade. 

Conheci Tracy Morgan em 30 Rock. Foi maravilhoso vê-lo crescer de um ator mimado até ser uma pessoa melhor. Quando ele sofreu um acidente em 2014, fiquei preocupado com a sua recuperação e vi tanto o Snl do qual ele foi host como o especial na Netflix. Estou feliz por ele estar de volta à ativa. 


The Last O.G. apela mais à veia dramática do Tracy. Ficar preso por 15 anos, sem contato com a esposa [e filhos] é uma paulada. Sair e descobrir que não apenas ela não lhe visitou, como escondeu que teve filhos com você e se casou com outra pessoa é ainda mais. Não estou defendendo ele, mas os dois tiveram atitudes lamentáveis um com o outro. 

Eu não curti muito. O humor é bem rasteiro e as situações dramáticas meio batidas. Por um trailer com "veja o que vai acontecer na temporada" também não ajudou. Desejo sucesso ao Tracy, porque ele merece, mas fico por aqui.

No Banco de Séries - The Last O.G.
Duração: 30 min. 
Status: Sem grade pra você.  
Próxima: Killing Eve. 

4/10/2018

The Dangerous Book for Boys [MS]

A família McKenna precisa de consolo após a morte do pai. Seu familiares tem em um livro a sua resposta: um manual com o qual ele ensina aos filhos formas de continuar suas vidas. 

Todo mundo conhece esse livro. Eu mesmo já o vi em livrarias, embora nunca tenha lido. Também sei que o livro foi capaz de gerar inúmeros derivados [eu li um recentemente]. Se alguém que já leu o livro original quiser deixar sua opinião nos comentários, será bem vindo. O derivado que li foi bem divertido. 


A história é bonitinha. Em um mundo onde crianças estão cada vez mais hipnotizadas por telas [e eu tento que minha filha não seja mais uma, embora haja momentos inevitáveis], um pai tenta interessar seus filhos em outras atividades. O primeiro episódio é um fantástico exercício de imaginação. 

Duas coisas me incomodaram, entretanto. 1] A narração. Achei desnecessário a descrição de cada movimento mínimo dos personagens. Mesmo um simples movimento de pescoço precisou de uma menção. 2] Eu senti muita a ausência da mãe. Se ela fazia parte da brincadeira, por que não a vimos ajudando a pousar os filhos na lua? Espero que ela faça parte dos demais episódios. 

No Banco de Séries - The Dangerous Book for Boys
Duração: 30 min. 
Status: Geladeira.  
Próxima: The Last O.G.

4/09/2018

The Crossing [MS]

Refugiados de uma guerra procuram asilo em uma pequena cidade. Qual a pegadinha? Eles são do futuro. 

Gosto muito de filmes/séries com a temática de viagem no tempo. É um tema legal, mas que, se não for feito com cuidado fica uma merda [vide Heroes]. 


Eu não gostei porque achei bastante repetitivo. Lembrou muito The Event, com a história de uma geração anterior àquela que chegou e uma conspiração envolvida. Eu também fiquei incomodado com a falta de cuidado em relação à inserção dos sobreviventes. Se eles são dali, daquele local, vão interagir com seus ancestrais e isso vai gerar todo tipo de efeito borboleta possível. Estranho que o governo tenha mais preocupação com isso que os próprios sobreviventes. Pode ser esse contato que acabe gerando a guerra no futuro. É como se essa galera nunca tivesse visto um filme sobre o assunto. 

Passo. 


No Banco de Séries - The Crossing
Duração: 40 min. 
Status: Sem grade pra você.  
Próxima: The Dangerous Book for Boys

4/06/2018

Siren [MS]

Essa é mais uma série da Freeform, canal que trouxe Beyond

Siren acontece em Bristol Cove. Quando uma misteriosa mulher chega, a cidade perde a sua tranquilidade. 

Convenhamos que essa é uma sinopse, no mínimo, preguiçosa. Conheço inúmeros filmes e séries que começam exatamente assim e não se destacaram por serem memoráveis. O Freeform é um canal relativamente novo, com poucas séries, embora tenha produzido tanto séries de sucesso quanto outras que mal se sustentaram. 


Eu achei o conjunto bem clichê. A velha história da cidadezinha com um passado sombrio, uma família que é a mais importante da cidade, cuja história não é bem a oficial e um filho rebelde. Além disso, acredito que o mistério poderia ser melhor construído. Entregar a sereia logo no começo do episódio acabou com a mística. Grande oportunidade perdida.   

Também não gostei da sereia. Achei bizarro que o cara tenha caído no encanto dela ou tenha arriscado a própria vida ao vê-la nas câmeras. Nenhuma pessoa minimamente sensata teria pulado naquele tanque de forma tão impensada. Devia ter virado comida de peixe ali mesmo. 

To fora. 

No Banco de Séries - Siren
Duração: 40 min. 
Status: Sem grade pra você.  
Próxima: The Crossing